Fibromialgia pode gerar Aposentadoria

Fibromialgia decorrente do trabalho gera direito a benefício.

A segurada S. A. C. Rodrigues, recorreu de decisão contra o INSS onde pretendia aposentadoria por INVALIDEZ, decorrente de FIBROMIALGIA, sendo concedido o beneficio de auxilio acidente.

O Laudo pericial deu conta da incapacidade parcial e permanente para o exercício habitual e atividade laboral da segurada.

Na perícia médica e vistoria ambiental realizadas se concluiu que a obreira apresenta fibromialgia, moléstia decorrente do acidente in itinere do qual fora vítima, que reduz sua capacidade laborativa de forma parcial e permanente.

O laudo pericial apresentou:

“(...) A requerente é incapaz de continuar a exercer a função laboral anterior de vendedora, necessita ser readaptada para função que possa exercer sentada, sem necessidade de subir e descer degraus ou caminhar, observando-se que poderá ocorrer períodos de crises álgicas mesmo sob tratamento e, então necessitar de afastamento temporário do trabalho.

(...)

Neste caso especifico o tribunal entendeu que se tratava de doença ocasionada pelo trabalho. O perito explicou: “Sim, ao levar em conta a dor apresentada subitamente ao correr para pegar o ônibus no percurso de ida ao trabalho. Motivo que gerou afastamento do trabalho e procedimentos médicos cirúrgicos que levou ao diagnostico de doença inflamatória crônica.”

Compartilhe agora e marque um amigo.

Contato

Comentários

blog comments powered by Disqus
Carreira
Blog
  • Direito do Trabalho Breve
  • Direito Previdenciário Breve
  • Direito do Consumidor Breve
  • Direito Civil Breve
Siga
Contato